domingo, 20 de março de 2011

O resgate da linguagem

Já estava com a tela de nova postagem aberta, com o título digitado (São Paulo Parte 2: Integração Sensorial), quando resolvi dar uma parada para prestar os cuidados noturnos das crianças.

Tudo seguia como de costume, até que, depois de colocar Lipe para dormir, Leti me surpreendeu quando sentamos para conversar.

Isso mesmo! Você leu certo: conversar!

Quem convive mais de perto conosco sabe que, com a aquisição da marcha, Leti deixou seu lado tagarela (como relatado aqui) um pouco de lado e vinha aprimorando sua marcha. No começo, ao perceber que estava falando menos, me preocupei um pouco, mas depois fui relaxando, ao ouvir dos profissionais que era normal uma pequena regressão em alguma habilidade, quando outra importante resolvia aflorar.

Ficava tranquila também porque sentia, no meu íntimo, que o fato d´ela falar menos não significava que tinha desaprendido a se comunicar oralmente, principalmente porque demonstrava entender o que falávamos com ela.

Agora sinto que ela vem resgatando a fala. Tem falado mais, repetido mais, pedido mais, se comunicado mais.

A novidade hoje foi a resposta (correta) a um fato acontecido no passado, e sem nenhuma pista.

Como ia dizendo, estávamos conversando (na verdade, deveria ser uma preparação para uma brincadeira, mas a conversa fluiu tão deliciosamente que exauriu-se em si mesma, seguindo-se dos preparativos para dormir), e eu falava sobre a viagem a São Paulo, sobre o parque da Xuxa e sobre outros acontecimentos da viagem. Então comentei perguntando, sem qualquer pretensão de uma resposta correta: - Ê, mãe, fomos para o parque da Xuxa em São Paulo, lembra? Quem nós vimos lá? Ela respondeu prontamente: - Guto!

Ainda bem que estava sentada no chão e com as costas apoiadas. Fiquei boba, porque falei do parque, mas não falei de personagem algum, não disse nenhuma sílaba de dica, simplesmente perguntei. E ela respondeu.

Como o clima estava propício, dei continuidade ao diálogo: - Foi legal, não foi, mamãe? E nós viajamos de quê? - De abião! o.O (de novo!)

O bacana da conversa não é só a articulação da palavra em si, mas a percepção de um fato acontecido no passado, coisa extremamente abstrata, quando eu achava que ela não possuía qualquer capacidade de abstração.

Ao perceber seus olhinhos diminuindo, anunciei que a colocaria para dormir, quando ela imediatamente reivindicou: - gagau. (basta falar em dormir, que ela pede gagau).

Depois de tomar o leite, escovar os dentes e vestir o pijama, segurou o meu rosto com as duas mãos e disse: - Patati Patatá.

É que o horário d´ela assistir DVD é à noite, quando já está ficando com soninho, e não tem mais energia para brincar. Eu ia suprimindo o seu direito e ela, novamente, reivindicou. Liguei o DVD portátil na cama, mas, na terceira música, ela dormiu.

7 comentários:

luciana.torres.sales disse...

Amiga,
que notícia boa! Nossa pequena sempre nos surpreendendo, não é?
Muito lindo esse bate papo na hora de nanar! Saudade de vcs. Bj grande

Beta Bernardo disse...

Adorei seu comentário e de saber que vais participar! Vou esperar sua foto!

;))

Depois vou ler seu blog com calma... bom te conhecer!

Bjks, Beta

Carolina disse...

!!!!!!!!!!!!!!!!!! (mais boca aberta!!!). Li primeiro o post do parque da Xuxa. Fique tão surpresa que percebi que meu comentário só tinha pontos de exclamação!!! Agora solto mais um monte de exclamação!!!!! Linda, linda, linda!!!!
Amo vocês!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Luiza Coelho disse...

uauuuuuuuuu que máximo! Estou aqui babando, imagina você! Leti está cada vez mais esperta e quando menos vc esperar ela vai te surpreender... uma dica que te dou é: cuidado com as coisas que fala perto dela pq depois eles viram fofoqueiros... hahahaha Lu já pois a minha mãe em cada apuro... principalemnte com meu pai pois ela reclamava dele e ele repetia depois as frases perto dele. rs. Imaginou a cena... só rindo mesmo!
Que bom que vai participar do concurso de fotos... adorei saber!!!
beijos em vc e na familia!

Gabriela disse...

Linda!!!!!
cada dia mais esperta!!!
amo muuuuuuuuuuuuuuito!!

Thaís disse...

Nossa Jana, fiquei tão emocionada!!! To aqui chorando de alegria! Que notícia maravilhosa! Amo seu blog, tenho um carinho muito especial pela leti, é como se eu conhecesse vcs há tempos!
Obrigada por compartilhar.
Bjs Thaís,
mãe da Natália - autista.

Camila disse...

Que lindo esse seu relato Jana! Leti está cada vez mais nos surpreendendo! É encantador ver seu blog e acompanhar tanto na escola como em casa seu desenvolvimento e suas conquistas.
Bjos e felicidades...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...