terça-feira, 29 de janeiro de 2013

A festinha de Mateus - parte 1: diversão [editado]

Na última sexta feira, comemoramos o primeiro aninho de Mateus. Foram praticamente dois meses de abandono dos meus pequenos (#drama) para me dedicar à organização da festa.

Desde antes de saber que teria um terceiro filho, sabia que, se o tivesse, sua festinha de 1 ano seria do Pequeno Príncipe. Acho o tema lindo, delicado e com várias opções de abordagem. E assim o foi.

Apesar de ter contratado um buffett para fazer toda a parte de comida e decoração, quis imprimir à festinha do meu pequeno um toque materno.

Tirei férias no período que antecedeu a festa e, neste tempo, me ative a elaborar os convites, os itens personalizados, a selecionar trechos do livro para usar como decoração, a preparar guloseimas, a pensar o cardápio, a selecionar as músicas que seriam tocadas e as opções de entretenimento para as crianças. Além disso, decidi, juntamente com a equipe do buffett, tudo o que seria usado na decoração do salão.

Queria uma decoração suave, harmônica e, como opções de entretenimento, queria as coisas que costumo fazer com meus filhos para nos divertirmos.

Daí veio a primeira ideia de diversão. Um show do Grupo Canela Fina, de quem sou fã de carteirinha.

Apesar de saber da existência do grupo há algum tempo, já que meus dois sobrinhos já tinham ido ao show antes, só no segundo semestre consegui me organizar para levar meus pimpolhos. Bastou irmos ao primeiro show para passarmos a acompanhar a turnê do grupo com toda a família. Onde tinha show do Canela Fina, estávamos lá.

O show é muito lúdico, contextualizado, pedagógico, e de uma musicalidade muito rica. Lindo demais! Só vendo para ter uma exata dimensão do que se trata. Para quem mora em Salvador, super recomendo!

E, como eu previa, foi um sucesso! As crianças se divertiram, prestaram atenção, dançaram, sorriram, cantaram... Fiquei impressionada com Mateus. Nos shows, ele normalmente não conseguia prestar atenção por muito tempo, mas na festa ficou ligadão até quase o final da apresentação (que durou uma hora); se mexeu, sorriu, bateu palmas... muito lindo! Leti, nem se fala! Aproveitou cada minuto do show. Só lamentei não conseguir dar atenção aos dois, simultaneamente, por todo o tempo. Primeiro fiquei com o aniversariante e, depois que ele cansou, já nas últimas músicas, fui ficar com Leti. Cantamos, dançamos, nos divertimos juntas.

Eles encerraram o show com os parabéns, que foi de arrepiar...

O outro ponto alto da festa, foi a contação de histórias de Ivana Luckesi, do blog Contações de uma Mãe.

Ivana, na verdade, é uma colega de trabalho, por quem nutro uma admiração imensa, e que acabou se tornando uma grande amiga. 

Ivana é o tipo de pessoa que faz mil coisas ao mesmo tempo, e tudo super-hiper- mega-bem-feito. É mãe de três (e mãe de verdade, e não apenas "procriadora"), blogueira, esposa dedicada, que encampa todos os projetos do marido, servidora pública exemplar, que vive tomando para si todas as responsabilidades do trabalho...

Ela tinha um sonho: contar histórias para crianças com câncer. Se matriculou num curso para contação de histórias, concluiu o curso, começou a se apresentar individualmente e com o grupo da contação e, em minha modesta opinião, se tornou a melhor contadora de histórias que conheço (como, aliás, tudo o que se propõe a fazer).

Fiquei cheia de dedos para chamá-la porque sei da sua rotina super atribulada, mas ela foi uma linda, aceitando imediatamente meu convite e deixando claro que seria um prazer contar suas envolventes histórias em nossa festinha.

Sua irmã gêmea, Íris, fez todo o trabalho de sonoplastia e o resultado foi primoroso! Três histórias que prenderam a atenção das crianças, além de arrancarem sorrisos, suspiros e aplausos. Novamente, fiquei surpresa com a atenção que Mateus manteve durante a contação.

Sinceramente, e sem um pingo de modéstia, achei um luxo reunir na festa do meu pequeno a apresentação do Canela Fina e a contação de Ivana, programas, a meu ver, maravilhosos para se fazer com as crianças.

Para completar a parte lúdica da festa, pretendia contratar uma recreação que amo, e que faz um trabalho diferenciado das recreações disponíveis no mercado. Mas, infelizmente, o orçamento não se encaixou na nossa disponibilidade financeira o que fez com que eu acabasse improvisando algumas atividades para minhas crianças pequenas.

Aluguei uma cama elástica e criei uns cantinhos na área aberta do salão de festas do prédio.

Na casinha de madeira do parquinho, coloquei uns brinquedos de Leti: carrinhos de supermercado, carrinho de bebê e uma cozinha grande de plástico (com pia, microondas, geladeira, fogão), além de bonecas e utensílios para brincar de faz de conta.

Um tatame, almofadas e livros de Lipe, Leti e Mateus deram vida ao cantinho da leitura.

Três mesas com gizes de cera, lápis de cor, hidrocores, tintas, pincéis, telas e papéis se transformaram no cantinho da arte.

E, por fim, um outro tatame grande, com brinquedos de Mateus, virou a brinquedoteca baby.

E assim as crianças se divertiram na festinha do nosso Pequeno Príncipe.

(depois edito o post para incluir fotos da contação e dos cantinhos)














Um comentário:

Ivana Luckesi - contacoesdeumamae.com disse...

ah...Jana, assim eu choro!!!! Querida, essas palavras são um reflexo do que você é: uma pessoa caprichosa, generosa, simples e capaz de abraçar o mundo! Como já lhe disse, eu que ganhei um presente com a contação: o de ver os olhinhos das crianças atentos e com um brilho especial. Não vou me esquecer desse momento, com toda certeza.

Obrigada pelo imenso carinho, e
sou testemunha de como tudo estava lindo, e do cuidado que você teve com cada detalhe.

bjos emocionados :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...