quinta-feira, 30 de maio de 2013

Missão Cumprida! Aliás, parte dela...

O fim de semana foi de projetos realizados!

Como mencionei aqui, estou fazendo parte de dois grupos que tratam de temas que muito me mobilizam: infância e inclusão.

Há dois meses venho me reunindo, separadamente, com cada um dos grupos para organizarmos eventos para tratar de cada temática: uma sessão especial na Assembleia Legislativa e uma Feira de Troca de Brinquedos e Livros (regada a muita diversão).

A sessão aconteceu na última sexta feira e foi um momento lindo, emocionante!

O plenário cheio, a plateia diversificada e muita gente unida pela mesma intenção de mudar o cenário da inclusão em nossa cidade.

Na mesa, a deputada estadual que integra o grupo, e que propôs a sessão para falarmos de inclusão, esteve acompanhada de representantes das Secretarias Estadual e Municipal de Educação, do Conselho Estadual de Educação, do Ministério Público Estadual, de representantes de professores, escolas e centros de educação especializada, de formadores de professores, de pessoas que vivem na pele a precariedade da inclusão...

Pudemos ter um panorama geral das normas que tratam da inclusão na escola regular, da situação em que se encontram escolas públicas e particulares no que diz respeito à inclusão, da atuação do Ministério Público na defesa dos direitos daqueles que têm os seus direitos violados, e, principalmente, e mais tocante, dos sentimentos das famílias que vivem a dura realidade da inclusão.

Teve o depoimento da mãe de uma criança com deficiência visual (seguido pelo relato da própria criança), indignando-se com o fato de seu filho de 12 anos ainda não estar alfabetizado por não ter em sua escola adaptação que possibilite leitura e escrita em braile; deixando muitos dos presentes com os olhos marejados...

Teve promotora que falou como se fosse pedagoga...

Teve exposição de duas professoras surdas falando da necessidade de escolas bilingue para surdos, como meio imprescindível para a promoção do desenvolvimento escolar.

Teve, ao final, palavra concedida a participante do evento para expor o seu desabafo em relação à atitude discriminatória que seu filho, jovem com deficiência mental (como a própria mãe referiu), sofreu ao tentar se habilitar para participar de um programa de formação de jovens aprendizes. Sua emoção, ao falar que não deixaria acontecer a este filho o que aconteceu ao outro, que se suicidou por não suportar atitudes discriminatórias, deixou todos com o coração apertado e muito emocionados.

Como esperávamos, a sessão foi a porta de entrada. O início de uma longa caminhada. Uma caminhada que deverá ser trilhada ao lado de pessoas empenhadas, capacitadas, comprometidas e acreditantes na mudança. 

Estou muito feliz por fazer parte deste grupo, por estar cheia de ideias, de expectativas e por acreditar que, com nosso trabalho, conseguiremos promover mudanças significativas no cenário da inclusão em nossa cidade.

(Parte do) Nosso Grupo


Intérprete de Libras

Mãe que emocionou a plateia

Participante que pediu a voz

Emoção com o resultado final

Plenário


A Feira de Troca de Brinquedos e Livros aconteceu no sábado à tarde.

Na verdade, foi uma segunda edição da feira, já que, em outubro do ano passado, por conta do mês das crianças, e do apelo publicitário de que as crianças são vítimas nesta época do ano, tínhamos organizado a primeira feira, que foi um sucesso!

Algumas mudanças para a segunda edição: a troca envolveu também livros, além de brinquedos; a Feira aconteceu no Palacete das Artes, lugar agradabilíssimo que sempre nos acolhe muito bem; o evento teve mais divulgação; e, fomos brindados com a participação de novos voluntários que ficaram encarregados da programação lúdica para as crianças, oferecendo, assim, mais um atrativo ao evento: Teatro Griô, Canela Fina Musicalização Infantil e Maninho, do Pinte no MAM.

Apesar da linda semana de sol, o sábado amanheceu nebuloso, deixando todas nós muito angustiadas.

Marcamos de nos encontrar no Palacete às 10h para começar a arrumação mas só depois das 13h foi que a chuvinha deu um trégua, anunciado a linda tarde que teríamos pela frente, e permitindo-nos organizar o espaço para receber as crianças.

Recebemos cerca de 1.200 pessoas (na primeira, tinham sido mais ou menos 300)! O que foi bom e ruim. Bom porque foi uma espécie de reconhecimento do trabalho que vínhamos fazendo ao longo dos dois últimos meses, para formatar o evento. Ruim porque, como não esperávamos tanta gente, a estrutura de pessoal que montamos acabou não dando conta de atender a todos satisfatoriamente.

Fora isso, teve dificuldade com estacionamento, precariedade do atendimento da lanchonete do local, e algumas queixas quanto à sistemática da troca.

Mas embora alguns pais tenham nos dado um feedback apontando suas críticas, a grandissíssima (rs) maioria saiu do Palacete com uma felicidade estampada no rosto, pela oportunidade de proporcionar a seu filho a experiência única de poder trocar seus brinquedos, e de ter uma deliciosa tarde de lazer, ao ar livre, com atividades tão interessantes!

Quase todos perguntavam quando seria a próxima e alguns, mais empolgados, sugeriam que devia haver uma Feira toda semana.

Perto das 18h ainda chegava gente para a Feira, que mexeu com a rotina do bairro da Graça.

Ontem tivemos uma reunião de avaliação da Feira. Analisamos as críticas (que também eram nossas), encontramos alternativas para resolver o que não saiu a nosso contento, definimos o que fazer com os brinquedos e livros que ficaram para doação e já começamos a pensar na próxima.

E encontrar essa turma é sempre um momento de grande prazer. Gente linda, que pensa, deseja e promove uma infância plena, duradora e feliz! Com eles, estou sempre aprendendo e me tornando uma pessoa melhor.

fotos da primeira feira
















Aguardem notícias da próxima Feira e dos próximos passos do grupo Educação Inclusiva: Queremos e Podemos!

2 comentários:

Erika disse...

Olá Jana!
Emoção real na sessão especial...
Também QUERO dialogar com este grupo, POSSO?
O que devo fazer?
Aguardo contato,
Erika Andrade.

Mamãe Rakel disse...

Muito feliz com sua iniciativa. Que Deus continue lhe usando como instrumento para inclusão e bem estar desses anjos tão especiais.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...