terça-feira, 9 de setembro de 2014

Feliz Aniversário, Mãezinha!

Recentemente, confabulando com Lipe, instigada pela minha eterna curiosidade acerca das lembranças que estaria ajudando a plantar em sua memória, ele me perguntou do que me lembrava da infância que dissesse respeito a minha mãe. 

Uma cena imediatamente me veio à mente. Acho que eu era 4a série. Estudava no Salesiano e tinha esquecido de levar meu lanche. Estava quietinha num canto, no recreio, quando avistei minha mãe chegando com um potinho de uvas. A sensação foi de amparo e amor. E são essas as sensações que me invadem quando penso em minha mãe. 

Por toda vida, ela sempre esteve disposta a apoiar minhas decisões e a me amparar nos momentos difíceis, sempre impulsionada pelo amor. Ela é um imenso, transparente e incessante poço de amor!

Ela, juntamente com meu pai, é claro, foi responsável pelo ambiente saudável e caloroso em que eu e minha irmã fomos criadas e, sem dúvida, pelos seres humanos que somos hoje.

Ela também sempre foi muito cuidadosa. Às vezes, inclusive, excessivamente cuidadosa.

E já que estamos falando em lembranças, outra me veio à mente. O dia em que eu, dissimuladamente, marcava um encontro com um paquera por telefone e ela ouvia tudo pela extensão, acabando por liquidar com os meus planos.

Ela estava aprendendo a lidar com a adolescência...

Muitas vezes tive raiva, não a entendi, jurei que faria diferente com meus filhos. Algumas coisas, de fato, fiz diferente (como deixá-los dormir com os pratos sujos em cima da pia - ô trauma!... rs). Mas muita coisa fiz exatamente igual. Algumas delas até sem perceber.

Na infância, na adolesência, na vida adulta, sempre tive uma mãe para todas as horas!

E, ainda que hoje tenhamos que dividi-la com os novos amigos que ela conquistou (os virtuais, os da igreja e os antigos com quem retomou o contato), não tenho a menor dúvida, mesmo envolvida por um ciuminho de vez em quando, que ela continua sendo a mesma mãe de sempre: amorosa, cuidadosa e preocupada com sua descendência.

E, além disso, uma mãe mais antenada com as modernidades da tecnologia, uma mãe mais bonita e charmosa e com um astral que contagia todos aqueles que têm o prazer de fazer parte da sua vida.

Por tudo que ela foi, é e será é que desejo ter muitos e muitos e muitos e muitos anos de vida ao seu lado.

Te amo, mãezinha!



Um comentário:

Kinha Alves disse...

MUITO LINDO ESSA CONSCIENTIZAÇÃO E VALORIZAÇÃO EM FAMÍLIA! DEUS AS ABENÇOE E CONSERVE ESSE CLIMA "MARAVILINDO" ENTRE VOCÊS... PARABÉNS À TODA FAMÍLIA QUE CAIA SOBRE VOCÊS CHUVA DE BENÇÃO, PAZ, AMOR, E HARMÔNIA!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...