quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Respeito é bom e eu gosto

Estava super ansiosa para a chegada do dia de hoje. Desde o início do ano estava tentando marcar uma consulta para Leti com a Dra. (Deusa) Rita Lucena e, finalmente, o dia havia chegado.

Marquei as três consultas recomendadas para poder concluir a avaliação, sendo que a primeira seria hoje às 12h.

Como tinha uma reunião importante de trabalho às 9:30h e não sabia se conseguiria pegar Leti e chegar a tempo, pedi a meu pai que a buscasse em casa e levasse ao consultório, onde nos encontraríamos.

Cheguei no consultório meio dia em ponto. Leti chegou vinte minutos depois. Quando cheguei, ela estava atendendo uma criança e eu fiquei aguardando na sala de espera, sem que a recepcionista sequer solicitasse fazer logo a sua ficha. Paciente esperar é praxe, não é?

Quando Leti chegou, percebi que estava suja de cocô e fui ao banheiro trocá-la. Logo que entrei no banheiro (ao lado da recepção, e deixando a porta aberta), Dra. Deusa saiu com a criança que estava atendendo e nos cumprimentou. Terminei de limpar Leti e coloquei-a no vaso para fazer xixi (vale ressaltar que mesmo se tratando de um consultório que atende crianças, não havia vaso infantil nem redutor de assento). Nesta hora, chegou a paciente de 13h. Dra. Deusa chegou a dizer-lhe que estava atrasada, que a consulta daquela paciente era 13h (ainda eram 12:40h) e que teria que esperar um pouco. Mas, numa fração de segundos, sem que eu percebesse, ou acompanhasse o diálogo, ela levou a paciente de 13h para a sala de atendimento, sem sequer se dar ao trabalho de perguntar se eu demoraria, se eu me importava, ou de me dar uma satisfação qualquer.

Quando saí, e perguntei se podíamos entrar, a recepcionista informou que Dra. Deusa já tinha começado a atender a paciente das 13h.

Fiquei P da vida!!!!  Eu cheguei no horário, a médica atrasou 30 minutos, a paciente das 13h chegou depois de mim e porque minha filha estava no banheiro ela passa a paciente em nossa frente????

Gente, onde está o respeito com as pessoas???

Ainda pedi que perguntasse a previsão de tempo para nos atender, porque, de repente, se fosse algo rápido, eu poderia até entender a "inversão da pauta", e esperar um pouco, mas a recepcionista (muito hostil, por sinal), respondeu que o atendimento só deveria acabar por volta das 13:30h (hora que a aula de Leti começa).

Falei que não ficaria, que nem precisava continuar preenchendo a ficha, pedi que desmarcasse as outras duas consultas, porque, para mim, não fazia sentido submeter minha filha ao acompanhamento com uma médica que, já num contato inicial, tinha uma conduta tão desrespeitosa e indiferente. Definitivamente, não é esse o tipo de profissional que procuro! Quero uma médica tecnicamente boa, mas que também nos veja como pessoas e não como instrumentos de trabalho. Que seja humana, comprometida, como os profissionais que acompanham Leti hoje e como tantos outros médicos que já passaram pelo nosso caminho.

Marquei essa consulta porque ela era a última neuropediatra recomendada de Salvador que faltávamos conhecer. Tinha esperança de conseguir um diagnóstico agora. Não por achar que ela fosse a melhor. (Pelo contrário, já tive excelentes e péssimas referências dela. Queria tirar minhas próprias conclusões.) Mas porque Leti hoje está em uma condição bem diferente à de quando foi a uma neuro pela última vez e acredito que, neste momento, levando-se em conta os avanços que já teve, talvez seja possível, chegar-se a algum diagnóstico de transtorno de desenvolvimento.

Mas não era a hora. E naquele consultório não volto nunca mais! E, quer saber? Ela não está dando a mínima pra isso. Sua agenda está cheia, sua consulta é cara, são poucos os bons neuropediatras em Salvador... Um paciente a menos, para ela, não faz a menor diferença.

Como devo ir a São Paulo no final do ano, vou começar a pesquisar um bom profissional para ver minha filha por lá (os que já fomos tinham especialidade em neurogenética e não é o que quero por agora). Estou aceitando sugestões.

#prontofalei (desculpem o desabafo!)

34 comentários:

MedeirosMarques disse...

oí!... já faz um tempão que não nos falamos, mas creio ser um momento oportuno... há certo tempo também passei por questões de desrespeito ligado a classe médica com minha Luz e venho me perguntando que se não é hora de algo acontecer... isto fez com eu começasse a pensar seriamente em fazer medicina e especializar em crianças, para poder oferecer o que é de direito e esperado por elas e pelos pais... realmente os profissionais que mais "estão" preparados não estão!... creio que depois de pedagogia, exercício de 5 anos e mais mãe creio que achei o que quero fazer por vontade não por dinheiro nem status. Grata. AH! minha prima faz especialização em genética na Santa Casa em São Paulo ela tem uma referencias ótimas de neuros vou mandar os contatos com os adjetivos (isso de quem lida com eles como profissional)! HÁ BRAÇOS!!!... saudades

MedeirosMarques disse...

beijo em todos... ah! parabéns pelo terceiro!

Meiry Mel disse...

Olá querida, sei muito bem do q vc está falando, sou do interior de São Paulo e por aqui não é diferente, mas desde q fui pra sampa, tudo mudou, lá tá a elite, brinco q a médica da minha filha é top... Então se vc quiser te dou o tel dela, na verdade minha filha consulta com duas, ambas fazem parte do corpo médico do hospital Sírio Libanes, agora estou me fixando em apenas uma, por questão de mais experiencia, se quiser pesquisar na net, esta q estou definitiva é Eliana Garzon é maravilhosa e muito humana, mesmo em São Paulo passei por muitos q também, nem olhava em nossa cara, consultas caríssimas e nada, médicos renomados como melhores da América latina, e mesmo assim nos atendia bem mais ou menos sabe...
Mas essa deu certo com agente, e com minha filha, bjos

Vaneska disse...

Socorro!!! Que péssimo isso... Fiquei "p" da vida lendo a história... Triste mesmo com essa atitude negativa, desumana e deplorável... ECA!!!

Ivana Luckesi disse...

Jana que absurdo, tô chocada! Definitivamente, ela pode ser muito boa tecnicamente, mas perdeu pela falta de respeito e mesmo falta de humanidade. Ainda bem que você foi embora, quem sabe ela não passa a rever suas prioridades quando mais pacientes passarem a adotar essa mesma postura. Houve desrespeito? Não dá pra ser médico.

bjos solidários querida e fico torcendo pra que você encontre um médico mais acolhedor em sampa.

Anônimo disse...

Poxa Jana,fico triste por vc e Leti terem passado por isso..quando fiz a consulta com a dita cuja ...achei a pedante porem fizemos a consulta sem grandes problemas...o unico entrave que tivemos e que ela me deu o relatorio so 5 meses depois e a pedidos de uma amiga nossa em comum,vc acredita!!!??ahh e ainda colocou,no relatorio, que eu precisaria de um psiquiatra por causa do meu estado de ansiedade.!!!

Bjos e no que precisar pode contar comigo..vizinha!!!

carla







Sheila Ferraz disse...

Terrivel!! Meu filho esta com Dra Nayara(ja foi nela ne?), mas ouvi falar muito bem de Dra Adriana Matos(neuropediatra tb), que é uma estudiosa e n faz parte do time das " neurodeusas" da nossa cidade, mas que é muito boa(conr
tato 2109 2611).
Ano que vem levarei o meu lá e qdo identificar um bom em SP, me avisa certo?
bj

Sheila Ferraz disse...

Terrivel!! Meu filho esta com Dra Nayara(ja foi nela ne?), mas ouvi falar muito bem de Dra Adriana Matos(neuropediatra tb), que é uma estudiosa e n faz parte do time das " neurodeusas" da nossa cidade, mas que é muito boa(conr
tato 2109 2611).
Ano que vem levarei o meu lá e qdo identificar um bom em SP, me avisa certo?
bj

Aline Barbosa disse...

oLÁ DRA A driana Mattos, é sem dúvida maravilhosa, e qualquer esforço que for necessário fazer pára encontra-la valerá a pena. Foi ela quem sinalizou o autismo em João a 6 anos atrás de lá pra cá ela evolui muuito em seus estudos nesse sentido. É amiga,a tenciosa, muuito carinhosa, João é apaixonado por ela. Mesmo tendo ficado 2 anos afastado dela, ao reeencontra-lo ela sabia extamente toda sua história. É simplesmente perfeita. Vale a pena, no Hospital Roberto Santos, atende com uma equipe multidisciplinar, meu joão melhorou muito com ela. bjs

Aline Barbosa disse...

oLÁ DRA A driana Mattos, é sem dúvida maravilhosa, e qualquer esforço que for necessário fazer pára encontra-la valerá a pena. Foi ela quem sinalizou o autismo em João a 6 anos atrás de lá pra cá ela evolui muuito em seus estudos nesse sentido. É amiga,a tenciosa, muuito carinhosa, João é apaixonado por ela. Mesmo tendo ficado 2 anos afastado dela, ao reeencontra-lo ela sabia extamente toda sua história. É simplesmente perfeita. Vale a pena, no Hospital Roberto Santos, atende com uma equipe multidisciplinar, meu joão melhorou muito com ela. bjs

Anônimo disse...

Já levei minha menina em dois neuropediatra...mais até hj não tem diagnostico fechado...ai me indicaram Rita Lucena..depois de vê seu post fiquei receosa em levar....

Danda disse...

Encontrei seu blog procurando informações sobre Rita Lucena, e que bom que encontrei!
Janaína, qual neuropediatra vc levou a Leti? procurei em outras postagens mas não vi mencionando...

Janaína Mascarenhas disse...

Levei em Nayara Argolo e recomendo!

Melissa Gama disse...

Olá meninas!
Com todos os contras sinalizados, eu realmente gostaria de ter uma chance de poder tirar minhas próprias conclusões a respeito de Drª Rita Lucena. Meu sobrinho melhorou muito após o diagnóstico dela, mas minha cunhada não tem mais os contatos dela.
Alguém pode me ajudar!?
Desde já agradeço, pois qualquer sapo que eu tiver que engolir será pouco pra ajudar meu pequeno.
Beijos...

Sandra disse...

Olá, acabei entrando nesta página sem querer pois estou buscando um neuropediatra para meu filho em Salvador e li o artigo, é realmente revoltante ver como somos tratados pela classe médica, e ainda pagamos por isso.
Eu sofro algo pior que isso desde que me mudei pra Itabuna-Ba, imagine que os médicos não são muito bons, são caros, lotados e algumas especialidades, como neuropediatra só existe um pra toda região, além de tudo isso, NENHUM MÉDICO DE ITABUNA ATENDE POR HORA MARCADA SÓ POR ORDEM DE CHEGADA. Na gravidez era terrível, eu ia as 7 da manhã para ser atendida as 11:30 na consulta, depois o médico me encaminhava para o exame as 13:30 e só realizava-o por volta das 16:30, isso por que eu tinha prioridade e tinha convênio/particular, as vezes eu achava menos desgastante atravessar 470 km pra ir até SSa para uma consulta com a barriga enorme. Hoje o pediatra de meu filho é em SSa pois não tenho mais paciência de pagar pra ficar em porta de consultório esperando das 7 da manhã até as 12 horas, pois o médico só chega as 10 horas, isso por que quando você chega as 7 já encontra uma fila na porta da clínica dos pacientes da região vizinha que chegam de madrugada.É um horror a saúde no Brasil.

Sandra disse...

Aproveitando, alguém aqui conhece ou já ouviu falar do Dr. Camilo Vieira? Marquei uma consulta pra meu filho com ele e não sei se é bom, se alguém já tiver alguma opinião sobre ele eu agradeço pra não precisar pegar a estrada longa em vão.
Desde já agradeço a colaboração.

Anônimo disse...

Boa tarde, sou mãe de um menino de 12 anos,q se chama Ákel. Faz mais de 8 meses q estou tentando marcar uma consulta p ele com dr° Rita Lucena e não consigo, mas gostaria imensamente q vcs me ajudassem em conseguir isso, pois estou em desespero com meu filho, pois ele necessita dos cuidados de uma neuro. Estou me sentindo angustiada, decepcionada, atada e impotente por não saber mais o q faço para me dar com ele. sofro tanto com isso. Me ajudem pelo amor de Deus.
meu contato é 77 91753777 ou 77 81405629.
fiquem com deus.
grata Rubstele

Pedagogos do Amanhã disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedagogos do Amanhã disse...

Olá Janaína. Você poderia me passar o contato atual dessas doutoras por favor? Necessito urgentemente. Bjooooss.

Janaína Mascarenhas disse...

O contato de Rita Lucena eu não tenho mais. O de Nayara Argolo é 3354-3285.

Pedagogos do Amanhã disse...

MUITO OBRIGADA!!!

Doraeng disse...

Prezadas, fiquei chateada ao ler essa postagem! Nosso neuropediatra Dr. Francisco Menezes é gentil, carinhoso e iluminado.
Atende no Garibaldi Clinical Center 33313013, porém foi fazer Mestrado e só retorna em Dez/2014. Vou buscar Dra Adriana Matos enquanto ele não retorna, até pensei em Rita Lucena, mas meu coração esfriou!!!!!
Beijo carinhoso para vcs!!!
Dora (valasques@gmail.com)

Anônimo disse...

Olá , tudo bem? Fiquei muito sentida pela situação ocorrida c/ vc e sua filha. Absurdo!!! Queria muito marcar uma consulta c/ Drª Rita Lucena, tô ansiosa. O que vc achou dela? Pelo o que li no seu relato, já deve ter ido nela tbm. Gostaria de feed back seu a respeito. Obrigada! Deus abençõe vc e família!

Janaína Mascarenhas disse...

Nunca fui nela, não. A conheci em uma palestra. Muita gente gosta. E muita gente fala do pouco trato com as famílias. Eu, sinceramente, não sou a melhor pessoa a pedir referência.

Anônimo disse...

Olá, boa tarde! Estou surpresa com o que foi relatado sobre a Dra. Rita Lucena. O que posso fazer é dar o meu depoimento! Minha filha,Larissa,possui uma rara síndrome genética, fomos a inúmeros médicos, acredito que a todos os neuropediatras de Salvador. Larissa possuía um desenvolvimento normal, no entanto a partir dos 7 anos comecei a perceber que ela começou a perder o equilíbrio, a fala começou a ficar arrastada, levei a muitos médicos e ninguém sabia me dizer o que estava acontecendo e a cada dia minha filha piorava! Tentei marcar com Dra. Rita e me foi dito que havia uma lista de espera, resolvi não esperar e fui a SP. Fiquei 3 meses com Lari em SP indo a médicos e fazendo todos os exames que eles pediam. O resultado foi que perdi meu tempo e Lari piorava. Voltei para Salvador sem diagnóstico e resolvi tentar pela última vez uma consulta com Dra. Rita Lucena. Quando finalmente consegui, cheguei ao seu consultório desconfiada e sem esperança. Mas Dra. Rita me acolheu, foi humana, carinhosa, respondeu a todas as minhas perguntas. Em pouco tempo ela, com auxílio do Dr. Camilo Vieira, me deu o diagnóstico definitivo. Imediatamente Lari começou o tratamento, estabilizou a doença. Hoje minha filha tem qualidade de vida e inclusive voltou ä escola. Minha filha está viva graças a Deus e à Dra. Rita Lucena. O dia em que conheci essa médica foi um dos dias mais felizes da minha vida. Posso dizer que realmente ela é um anjo, uma deusa. Já fui atendida por ela inclusive no Hospital das Clínicas, ocasião em que conheci Dra. Adriana Matos como estagiária de Dra. Rita. Fico triste que alguém tenha passado por alguma situação desconfortável. A dra. sempre foi pontual comigo, acho q atrasos acontecem com qualquer pessoa independente da profissão, mas o que importa é sempre a saúde do nosso filho, devemos deixar a impaciência de lado. Pela experiência que tive, posso esperar um dia inteiro se eu tiver certeza que o médico ajudará minha filha. Peço que não percam a chance de conhecer essa médica maravilhosa, dêem essa oportunidade para seus filhos. Como uma mãe que já sofreu muito, me solidarizo com todos. Estarei rezando por nossos filhos. Abraço!!!! Laís Torres

Anônimo disse...

tb tenho péssimas experiências com neurologistas, mas Rita Lucena foi a melhor que achei aqui em Salvador.
Nayara fez um diagnóstico em minha sobrinha, á época com 4 meses de vida, que ela tinha uma síndrome degenerativa e só viveria até 1 ano e meio, hj ela está com 12 anos....

Anônimo disse...

Olá! Conheço Rita Lucena e é mto competente. Ao ler seu relato, ao que parece, a atendente é que deve ter sido a culpada disso. Acabei de ligar para a clínica e ela (a atendente) foi extremamente grossa no atendimento, dava pra sentir a irritação no tom de voz. Eu me fiz de desentendida e continuei perguntando com muito jeitinho, pra não deixá-la pior. Que horror!!! Como uma médica como Rita Lucena pode ter uma atendente tão terrível assim? E o pior é que já é funcionária há muitos anos. Desde 2008, quando eu estive lá, era ela. Na época, não me tratou mal, mas lembro que era muito voadora e sem iniciativa.

Cynara disse...

Leve à Dra Adriana Mattos 21092611

Cynara disse...

Leve à Dra Adriana Mattos 21092611

Sueli Niesprodzinski disse...

Nem eu! Péssima experiência!
Sem respeito
Somos números
Muita fama

Anônimo disse...

Olá, por favor alguém pode me fornecer o contato de Dra Rita Lucena, necessito agendar para meu filho, estou desesperada e angustiada por um diagnóstico, então nesse caso quero tirar minhas conclusões. Mãe desesperada faz de tudo.

Rita Luiza disse...

Recomendo Dra. Adriana Mattos, tão profissional quanto Rita.

Ana Celia Carneiro disse...

Alguem pode me falar sobre dra Adriana Matos?

Janaína Mascarenhas disse...

Ana Celia, nos comentários têm excelentes referências dela. Já estivemos nela e gostamos muito. Hoje Leti só é acompanhada por psiquiatra.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...