quinta-feira, 28 de abril de 2011



SEXTO ANO
De 01/05/07 a 30/04/08

Os problemas na escola continuaram (e, infelizmente, continuam até hoje), mas a abordagem deles tem variado a cada ano, de acordo com a disposição e o perfil da professora de sua turma.

No Grupo 5, teve uma professora tranquila, interessada, que demonstrava admirar as qualidades do meu pequeno, e valorizá-la mais que seus defeitos de comportamento. Isso não fez com que ela passasse a mão por sua cabeça, nas horas em que era necessário uma postura mais enérgica, mas percebia que ela tinha um grande cuidado para não estigmatizá-lo entre os colegas.

Continua disperso, sem capricho com as atividades, desinteressado e... muito inteligente! Com 5 anos, já lia com uma fluência impressionante, com autonomia e muito interesse. Adorava ler (Graças a Deus até hoje ainda gosta)! Em 2007 inauguraram a Saraiva Mega Store no Iguatemi e, para ele, não havia passeio melhor que passar a tarde lendo livros lá. Eu, compulsiva, comprava livros e mais livros, e nós devorávamos todos em casa.

Nessa fase estava super-hiper-mega-apaixonado pela mamãe. E fazia questão de demonstrar isso o tempo todo. Vivia dizendo que me amava... No dia das mães, espontaneamente, foi me acordar, me desejando feliz dia das mães. Uma semana depois brincava comigo, mexendo na minha boca, para fazer cara de triste, dizendo: "quando estou longe de você", depois colocava as pontas dos meus lábios para cima, com posição de sorriso, e dizia: "quando estamos juntos". Oito dias depois, outra declaração: "- Mamãe, te amo. Sempre te amei, desde que eu era uma sementinha em sua barriga".

Pela primeira vez, curtiu, de verdade, um jogo do Vitória, para alegria do papai.




Começou a fazer futebol, mas, definitivamente, também não era o esporte dos seus sonhos.




Descobriu a televisão (antes eram só as fitas/dvd´s). Adorava Discovery Kids (Backyardigans, Jakers, Lazytown, Harry e o Balde de Dinossauros, Clifford). Estava tão viciado, que tive que limitar a televisão a quatro desenhos por dia, porque ele deixava de fazer qualquer coisa para ficar em  frente a TV. Por conta do interesse pelo canal, aprendeu a usar o computador, para acessar a página da Discovery.

Para estimular o seu interesse pela leitura, assinamos a Revista Recreio para ele.

Cortou a orelha do amigo na escola, quando tentava cortar seu cabelo.

Engravidei de Leti, depois de ter perdido dois bebês, por abortos retidos. Ele ficou super feliz com a notícia, dizia que queria uma menina e ficava todo entusiasmado quando o avô perturbava, dizendo que ele mandaria na irmã. Tentamos envolvê-lo em todos os preparativos para evitar o ciúme e ele respondeu bem. Toda vez que Leti ganhava presentinhos ele saía para mostrar à babá, dizia o que tinha gostado mais, queria tudo rosa... Bordei uma toalhinha para ela (rosa, para atender a vontade do irmão) e, um dia, percebendo que ela estava mexendo, ele correu, pegou a toalhinha e disse: "Leti, olha pelo umbigo o que mamãe fez para você". Muito fofo!

Perdeu seu primeiro dentinho com 5 anos e meio. E o deixou debaixo do travesseiro para a Fada do Dente.



Ganhou um parque de presente dos avós (na casa deles). E logo o estreou em alto estilo, com uma queda que quase comprometeu seus dentes superiores.

Fez cirurgia de fimose e hérnia umbilical. O pênis sangrou muito na cirurgia, inchou, ficou mais sensível, mas, seguindo as orientações médicas, tudo acabou ficando bem.


Tia Samira acompanhou toda a cirurgia

Empinou pipa pela primeira vez, na praia de Stela Maris.

O interesse da vez é por Max Steel. Overdose, como tudo que gosta.

Começou a fazer capoeira. Pela primeira vez, o vi realmente motivado por um esporte. Escolheu como seu nome de guerra Carnotauro. Ao contrário dos outros esportes, quando algum feriado caía em um dia de aula, ele ficava chateado. E levava jeito para o esporte. Quando mudou de escola, acabou saindo. Ainda tentou continuar na escola antiga, mas ficou difícil. Na nova, não gostou.

Estávamos de preparativos para mudança. Um apartamento maior, com mais infra estrutura de lazer, com mais apartamentos e uma maior probabilidade de vizinhança de mais crianças, para favorecer seu círculo de amizades.

Por conta dos gastos com a mudança, sua festinha de 6 anos foi mais econômica. Fizemos um bolinho na escola para os colegas e um almoço no prédio novo, para parentes e alguns amigos. O tema: Max Steel. Decoramos toda a mesa tema da festa só com os bonecos dele.




Com 6 anos, tinha 1,22m e 25,8kg.






video

Um comentário:

Mariana - viciados em colo disse...

que legal esta retomada. é bom saber cada vez mais sobre felipe.
beijoca

ah, e não é que tem ana elisa na foto! rsrsrsrs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...